CONFIRA O VÍDEO

segunda-feira, 14 de maio de 2012

GLÂNDULA PINEAL - ANATOMIA E MEDIUNIDADE - VIDEO: DR. SERGIO FELIPE DE OLIVEIRA


EMMANUEL no prefácio do livro "NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE" (André Luiz - Chico Xavier), nos diz o seguinte:

_Todavia, o que destacamos por mais alto em suas páginas é a necessidade do Cristo no coração e na consciência, para que não estejamos desorientados ao toque dos fenômenos.

Sem noção de responsabilidade, sem devoção à prática do bem, sem amor ao estudo e sem esforço perseverante em nosso próprio burilamento moral, é impraticável a peregrinação libertadora para os Cimos da Vida.

André Luiz é bastante claro....

Cada MÉDIUM com a sua MENTE.

Cada MENTE com os seus RAIOS, personalizando observações e interpretações.

E, conforme os RAIOS que arremessamos, erguer-se-nos-á o domicílio espiritual na onda de pensamentos a que nossas almas se afeiçoam.

Isso, em boa síntese, equivale ainda a repetir com JESUS: _ A cada qual segundo as suas obras.

GLÂNDULA PINEAL:


A epífise neural, glândula pineal ou simplesmente pineal é uma pequena glândula endócrina localizada perto do centro do cérebro, entre os dois hemisférios, acima do aqueduto de Sylvius e abaixo do bordelete do corpo caloso, na parte anterior e superior dos tubérculos quadrigêmeos e na parte posterior do ventrículo médio. Está presa por diversos pedúnculos. Apesar das funções desta glândula serem muito discutidas, parece não haver dúvidas quanto ao importante papel que ela exerce na regulação dos chamados ciclos circadianos,que são os ciclos vitais (principalmente o sono) e no controle das atividades sexuais e de reprodução. 



A glândula pineal é uma estrutura cinza-avermelhada do tamanho aproximado de uma ervilha (5 por 8 mm em humanos de aproximadamente 150 mg de massa[1]), localizada logo rostro-dorsal à colículo superior e atrás da stria medullaris, entre os corpos talâmicos posicionados lateralmente. Anatomicamente, é considerada parte do epitálamo. É uma estrutura epitalâmica pequena e única, situada dorsalmente à região caudal do diencéfalo. Ela é derivada de células neuro-ectodérmicas e, à semelhança da retina, desenvolve-se a partir de uma invaginação do teto da parede do terceiro ventrículo.

A glândula pineal é, portanto, uma estrutura de linha média, sendo vista freqüentemente em radiografias simples de crânio, por sua alta incidência de calcificação.

Link

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gl%C3%A2ndula_pineal
ATENÇÃO - Não confunda epífise com hipófise


A hipófise ou glândula pituitária é uma glândula situada na sela túrcica (uma cavidade óssea localizada na base do cérebro), que se liga ao hipotálamo através do pedículo hipofisário ou infundíbulo. A hipófise é uma glândula que produz numerosos e importantes hormônios, por isso antigamente era reconhecida como glândula-mestra do sistema nervoso. Hoje sabe-se que grande parte das funções dessa glândula são reguladas pelo hipotálamo.

Possui dimensões aproximadas a um grão de ervilha, pesando de 0,5 a 1 grama.

É fisiologicamente divisível em duas partes: o lobo anterior (adenoipófise) e o lobo posterior (neuroipófise). A adenoipófise possui origem de células epiteliais, enquanto neuroipófise possui origem nervosa. Entre essas duas porções existe uma zona pouco vascularizada chamada de parte intermédia, praticamente ausente em humanos, mas bem desenvolvida e funcional em animais inferiores[1].

A hipófise é responsável pela regulação da atividade de outras glândulas e de várias funções do organismo como o crescimento e secreção do leite através das mamas.

<>


VÍDEO - DR. SERGIO FELIPE DE OLIVEIRA - PARTE 1


PARTE 2


<>

Link
SEXO E QUEDA
MISSIONÁRIOS DA LUZ

<<<>>>

SÁBADO - 26 de Junho de 2012

16:00 horas

CINE-DEBATE - MEDIUNIDADE
GRÊMIO ESPÍRITA NAZARENO

Rua Gustavo Riedel, 63 - Encantado

Sua presença fraterna será motivo de alegria.

<>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua presença e o registro de sua opinião são muito importantes.

COMUNICADO

COMUNICADO